HOME

8 de junho de 2016

#RESENHA - All The Bright Places by Jennifer Niven

Meu Deus, tô sem palavras pra descrever esse livro. Tô com vontade de ficar quietinha debaixo da coberta e ficar pensando em tudo que eu acabei de ler agora.

Título: All The Bright Places
Autor(a): Jennifer Niven
Editora: Knopf Books for Young Readers
Série: Livro Único
Páginas: 400
Idioma: Inglês
ISBN: 0385755880
Ano: 2015

Compre aqui: Amazon | Saraiva 


SINOPSE: Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.

Eu
estou
em
pedaços.

O que percebo agora é que o que importa não é o que a gente leva, mas o que a gente deixa.
Eu comprei esse livro em inglês depois de ver muita gente falando bem e não fui muito afundo nas resenhas porque gosto de surpresa. E põe surpresa nisso.
Eu fiquei apaixonada por essa capa americana. Tudo nela remete ao que tem dentro do livro. A flor, que é a Violet, Finch, que é um pássaro e também os post-its têm significado. No Brasil o livro foi lançado como Por Lugares Incríveis pela editora Seguinte. A capa também é maravilhosa, é por isso que vou comprar a versão em português. Além disso, a autora Jennifer Niven vai vir para Bienal de SP 2016. Quem sabe cola um autógrafo, não é?

O livro vai falar sobre Violet, que acabou perdendo a irmã em um acidente de carro e Finch, o esquisitão da escola. Eles se conhecem em uma "tentativa" de suicídio de ambos. Calma, o livro não é tão mórbido assim.
Já no começo a gente percebe que Finch sofre de uma depressão profunda, mas não o achei suicida. Inicialmente tive a impressão dele como sendo uma pessoa mais mórbida por ser fascinado pela morte. Ele vivia procurando sobre formas de se matar e índices. É pensamento suicida o suficiente, mas eu nunca percebi essa vontade real e sólida dele de morrer. 
Mas esse sentimento foi mudando cada vez que ele entrava nos episódios profundos de depressão.
Já Violet vive com uma culpa imensa por ter sobrevivido ao acidente que matou sua irmã.
Eu acabei me apegando demais a Finch. É um personagem maravilhoso e complexo. Ele é diferente de tudo que eu já li.  Ele é fofo, cavalheiro, ele é naturalmente belo e inusitado.
É outro livro que também fala além da depressão e suicídio, sobre bullying na escola. Finch é muito zoado, todo mundo olha torto pra ele e tudo foi virando uma bola de neve. Cada um lida de um jeito com essas opressões na escola. Ele não demonstra ficar irritado com esses valentões, mas por dentro isso vai corroendo a alma de Theodore Finch.


Nesse livro você percebe o cuidado com o qual a autora fala sobre o assunto. Ela foi muito sensível em sua escrita e tudo foi muito poético. Simplesmente entrou para minha lista de livros da VIDA! Ela não foi simplesmente jorrando as palavras que vinham na cabeça dela. Ela pensou muito antes de escrever cada linha, cada página. Ê autora boa!
O livro deu uma reviravolta absurda da metade para a frente e eu fiquei chocada. Sério, eu fiquei sem saber o que fazer depois de ler. Eu chorei e engasguei durante os últimos 25% da leitura.


Não vou esquecer esse livro tão cedo. Maravilhoso, perfeito, poético, angustiante e LINDO.
Maaaaas, eu preciso de algo mais alegre na minha vida depois de ler três livros em sequência sobre morte e suicídio.
Simplesmente leiam esse livro. Ele vai grudar em seu coração e em sua cabeça. Creio que de forma boa e surpreendente.
P.s: O livro vai virar filme. Terei meu coração despedaçado novamente.

"Cada dia um escolhe um lugar, mas também devemos estar dispostos a ir aonde a estrada nos levar, o que inclui lugares grandiosos, pequenos, bizarros, poéticos, bonitos, feios, surpreendentes. Como a vida. Porém, absolutamente, incondicionalmente e decididamente nenhum lugar comum."
5 'estrelas' emocionadas!

Comente com o Facebook:

2 comentários :

Assine a Newsletter

LINK ME!

Literatura Estrangeira

Mais Recentes

Literatura Estrangeira - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados