HOME

17 de janeiro de 2017

#RESENHA - A Biblioteca Invisível por Genevieve Cogman

Título: A Biblioteca Invisível
Série: A Biblioteca Invisível
Autora: Genevieve Cogman
Editora: Morro Branco
Páginas: 368
Idioma: Português
ISBN: 8592795087
Classificação: ♥♥♥♥
Compre aqui: Saraiva | Submarino

SINOPSE: Irene é uma espiã profissional da misteriosa Biblioteca, uma obscura organização que existe fora do tempo e espaço e que coleciona livros e manuscritos de diferentes realidades. E junto com seu enigmático assistente Kai, ela é enviada para uma Londres alternativa com a missão de recuperar um perigoso livro. Mas quando eles chegam, ele já foi roubado. As principais facções do submundo londrino estão prontas para lutar até a morte para achar este mesmo livro, e tudo é imensamente dificultado pelo fato de que o mundo está infestado pelo Caos - as leis da natureza foram distorcidas para permitir a existência de criaturas sobrenaturais e mágicas imprevisíveis. Enquanto seu novo assistente guarda seus próprios segredos, Irene logo se vê envolvida em uma aventura repleta de perigo, pistas e sociedades secretas, onde a natureza da própria realidade está em perigo e falhar não é uma opção.

___________________________________________________

A Biblioteca Invisível é o livro de estreia da editora parceira aqui do blog, Morro Branco. É o primeiro livro de uma série de mesmo nome e por enquanto foram confirmados 5 livros no exterior.

  (capas confirmadas dos livros 2, 3 e 4 no exterior)

Aqui temos uma estória fantástica cheia de mistérios e ação, narrada em terceira pessoa. A principal personagem é Irene, espiã da Biblioteca, que não é apenas uma biblioteca como conhecemos. É como uma empresa, uma entidade, cujo objetivo é recolher livros importantes e preservá-los e onde o tempo decorre de forma totalmente diferente. É até esse ponto que nosso conhecimento sobre a Biblioteca vai, mas eu tenho certeza que têm mais coisas por trás dela que serão abordadas nos próximos livros.

Irene recebe, junto com Kai, um aprendiz de bibliotecário, a missão de encontrar o livro dos Irmãos Grimm em Londres e trazer para a Biblioteca. Mas não é a Londres que nós conhecemos e sim uma Londres alternativa. Há vários mundos paralelos, cada qual com suas características. Essa Londres está dominada pelo Caos, que é inimiga da Ordem. Quando não um equilíbrio, seres místicos começam a aparecer, tais como vampiros, lobisomens, seres feéricos (fadas), e outros inimigos. Aqui temos os Dragões como seres da ordem. Normalmente quando o Caos está muito presente em algum mundo alternativo, os dragões se fazem presentes para equilibrar as coisas. Mas não chega a ser o caso dessa vez.  


O que Irene e Kai não sabiam é que esse livro tinha sido roubado e não era só a Biblioteca interessada nele. É nesse mundo cheio de zepelins, metal, magia e steampunk que os dois entram em uma aventura perigosa quando o único "poder" que eles possuem para recuperar o livro é a Linguagem de Irene, capaz de abrir e fechar trancas e outras coisitas mais só com o uso das palavras corretas ditas em bom som. Somente Bibliotecários que receberam a marca possuem esse dom, então como Kai ainda é um aprendiz, pouco pode ajudar. Será? 


Kai além de ser um personagem muito significativo na história, esconde alguma coisa muito importante. Essa revelação vai acontecer ainda nesse livro e eu me surpreendi bastante. Dica: não leia a sinopse do livro 2 porque tem spoiler sobre isso. 

Já sobre a Irene nós podemos nos ver muito dela como leitores. O próprio nome dela, Irene Adler, retirado por ela mesma de um conto de Sherlock Holmes (os Bibliotecários escolhem seus próprios nomes depois de iniciados), é um indício do amor que ela tem para/com os livros. 

Irene se concentrou nos próximos passos. Quanto antes entregasse aquele livro e fizesse um relatório, mais cedo poderia se limpar, secar e sentar-se com um bom livro.

A Biblioteca Invisível é um livro para leitores com mais experiência. Não é uma leitura muito fácil, pois temos vários mundos paralelos, muitos seres diferentes, e um mar de palavras que temos que ir nos familiarizando para que a leitura seja fluida e prazerosa. Eu gostei muito da forma como os personagens foram desenvolvidos, as amizades que foram encontradas no meio do caminho e as aventuras e problemas que foram surgindo nessa missão e seu fechamento.

A edição também está maravilhosa. A editora manteve a linda capa do livro original em inglês, e a diagramação está excelente. Letras grandes e fonte que não cansa os olhos. 


Embora eu tenha achado tudo muito bom, a escrita, as cenas de ação e a descrição dos ambientes e pessoas, achei que ficou faltando um pouquinho mais de explicações. Entendo que a série é extensa, e que ainda tem muito pano pra manga aqui, mas como leitora ávida, ansiei que alguns mistérios a mais fossem desvendados para que eu pudesse fechar o livro com a mente em paz. Rs... Mas não tira em nada o brilhantismo da escrita da autora, que muito me surpreendeu. É incrível a habilidade e criatividade que ela tem com as palavras. 

Ela ia morrer.
O que ela precisava era de um milagre.
E o que ela recebeu foi um dragão.

Agora durma com essa. Haha!

Comente com o Facebook:

2 comentários :

  1. A começar da capa, que é linda, e parece com aqueles livros antigos. Depois dessa resenha, a vontade de ler só aumentou. Assim que der, pretendo comprar. Só espero que os outros livros da série sejam lançados logo. Minha ansiedade não colabora. Parabéns mais uma vez pelo blog :)

    ResponderExcluir
  2. Eu sei que sou suspeita em falar, porque AMO fantasia hehe, mas amei d+ a resenha! Ano passado li uma serie de premissa parecida, que os personagens principais tiveram que voltar no tempo para resgatar um manuscrito perdido, rolam altas tretas kkkk, e eu AMEI! tua resenha me lembrou muito essa, que foi uma das minhas melhores leituras do ano passado, certamente vou ler!! Além de tudo isso, que edição mais linda ���� dá gosto de ver quando as editoras se preocupam com o material final...

    ResponderExcluir

Assine a Newsletter

LINK ME!

Literatura Estrangeira

Mais Recentes

Literatura Estrangeira - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados