HOME

20 de abril de 2017

#RESENHA - Alma? por Gail Carriger

Título: #1 Alma?
Autora: Gail Carriger
Série: O Protetorado da Sombrinha
Editora: Valentina
Páginas: 308
Idioma: Português
ISBN: 8565859045
Ano de Lançamento: 2013
Compre aqui: Saraiva | Submarino

SINOPSE: Alexia Tarabotti enfrenta uma série de atribulações sociais, quiproquós e saias justas (embora compridíssimas) em plena sociedade vitoriana. Em primeiro lugar, ela não tem alma. Em segundo, é solteirona e filha de italiano. Em terceiro, acaba sendo atacada sem a menor educação por um vampiro, o que foge a todas as regras de etiqueta.
E agora? Pelo visto, tudo vai de mal a pior, pois a srta. Tarabotti mata sem querer o vampiro ― ocasião em que a Rainha Vitória envia o assustador Lorde Maccon (temperamental, bagunceiro, lindo de morrer e lobisomem) para investigar o ocorrido.
Com vampiros inesperados aparecendo e os esperados desaparecendo, todos parecem achar que a srta. Tarabotti é a responsável. Será que ela conseguirá descobrir o que realmente está acontecendo na alta sociedade londrina? Será que seu dom de sem alma para anular poderes sobrenaturais acabará se revelando útil ou apenas constrangedor? No fim das contas, quem é o verdadeiro inimigo, e... será que vai ter torta de melado?
Uma das séries de Steampunk mais cultuada do mundo.

____________________________________________________________

Alma? é um livro narrado em terceira pessoa e vai contar basicamente a história de Alexia, uma preternatural de 26 anos na época vitoriana, que além de ser uma solteirona (para a época, claro), é uma sem alma. Isso mesmo, ela não tem alma. Capaz de neutralizar os poderes dos sobrenaturais, logo no começo do livro ela é atacada por um vampiro desgarrado e acaba matando-o sem querer com sua sombrinha ao neutralizar seus poderes.

Pelo nome da série, O Protetorado da Sombrinha, achei que veríamos mais esclarecimentos sobre o uso do objeto e que ele apareceria mais vezes. Não sei se nos próximos livros ele vai ter um papel de mais destaque. Veremos.

Um ponto chave do livro é a protagonista. Sabemos que na época vitoriana as famílias eram super conservadoras, as mulheres se casavam muito cedo e não tinham um papel tão importante na sociedade. E Alexia é o completo oposto. Ela é uma mulher extrovertida, faladeira, muito atualizada, forte, destemida, etc... 

Alma? não é um romance de época comum, porque como vocês já perceberam, além dos vampiros, há também lobisomens e até fantasmas. Eles não são criaturas abominadas, eles vivem entre os humanos normalmente. Além disso, a história também tem uma pitada e tanto de steampunk, um estilo que fiquei sabendo da existência há pouco tempo (me processem, kkkkkkk). Sei que tem gente que não sabe o que é, e eu também não sei explicar muito bem, então lá vai: Steampunk também conhecido como Tecnavapor (diminutivo de ''Tecnologia a Vapor'') é um subgênero da ficção científica, ou ficção especulativa, que ganhou fama no final dos anos 1980 e início dos anos 1990. Trata-se de obras ambientadas no passado, no qual os paradigmas tecnológicos modernos ocorreram mais cedo do que na História real (ou em um universo com características similares), mas foram obtidos por meio da ciência já disponível naquela época - como, por exemplo, computadores de madeira e aviões movidos a vapor. É um estilo normalmente associado ao futurista cyberpunk e, assim como este, tem uma base de fãs semelhante, mas distinta.

Voltando ao enredo, depois que ela mata o tal vampiro, aparece um agente do DAS (é tipo o FBI para nós), que tem como líder o Conde Maccon, que é nada mais nada menos que um lobisomem, em busca de pistas do sumiço de alguns vampiros na região. A partir daí, entre tapas e beijos, Alexia e Conde Maccon acabam se apaixonando - não do jeito tradicional - enquanto buscam respostas pelos desaparecimentos inusitados.
Lorde Maccon observou-a, com admiração. A Srta. Tarabottti podia ter uma visão crítica do próprio rosto sempre que se olhava no espelho de manhã, mas não havia nada de errado com sua aparência. O conde só deixaria de notar esse detalhe tentador se tivesse bem menos alma e desejos sexuais. Mas é óbvio que ela sempre estragava o momento sedutor ao abrir a boca. Na humilde opinião dele, ainda estava por nascer uma mulher mais irritantemente tagarela.
O livro em geral é cheio de ação e muito engraçado. O enredo é bem estruturado e te faz querer ir adiante na trama, descobrir os porquês de tudo e adentrar na cultura do lugar onde a história está inserida. Como é tudo muito novo aqui, a autora consegue prender sua atenção de forma simples e direta.

Só não valeu cinco estrelas porque eu esperava mais. Esperava um plot twist, qualquer coisa que não nos levasse ao fim previsível que foi dado. Embora ela tenha conseguido prender a nossa atenção, faltou algo na história que te fizesse querer descobrir e não apenas deixar a história te levar. O fim foi um pouco corrido ao meu ver. Não sei se os outros livros vão ser sobre os mesmos personagens, isso seria uma resposta para o fim acelerado, mas foi essa a sensação que senti. 


No Brasil, a Editora Valentina publicou os quatro primeiros volumes de cinco. Esse último chamado Timeless, ainda não tem previsão para sair por aqui.

Comente com o Facebook:

4 comentários :

  1. Oi, Anne!
    Já vi esse livro em muitas fotos, mas nunca tinha parado para ler uma resenha dele.
    Eu fiquei muito na dúvida se eu ia gostar da leitura ou não... Me parece muita coisa misturada, não sei!
    Quem sabe consigo fazer a leitura mais para frente.
    Beijos

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  2. Tem muito tempo que vejo essas capas e comentarios sobre essa serie por aí, eu tenho muita curiosidade em ler e tinha muita curiosidade pra saber o porque da sombrinha, mas já vi que vou ficar no vácuo né,kkkk, saber só que ela matou o vampiro com uma sombrinha não é muita coisa né? Chorei agora. não sabia que tinha um Q de romane de época e que ela é tão arretada assim(odeio romance de época porque a maioria das mocinhas são chatas e debiloides). amei sua resenha e quero ler logo, vou chorar para encontrar em sebos, se não, o jeito será me render aos e-books.

    Ps: Fotos maravilhosas.

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá caro ele novo né. Chora então porque eu dei R$10 reais nos dois primeiros no sebo online! Kkkkkkkkkkkkkk
      O romance é rápido, mas legal. A menina não é mimizenta e ele é bem engraçado. Rs
      Leia leiaaa, quero saber sua opinião!!!

      Excluir
  3. Olá Anne, tudo bem?
    Já li esse livro faz um tempinho e minha opinião é quase igual a sua. Eu gostei do livro, a história é diferente de tudo que já vi, mas faltou alguma coisa, sabe? Teve momentos em que a leitura ficou um pouco cansativa, arrastada. Pretendo ler a continuação, mas não agora.

    Beijos e seguindo aqui...

    http://excentricagarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Assine a Newsletter

LINK ME!

Literatura Estrangeira

Mais Recentes

Literatura Estrangeira - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados