HOME

14 de novembro de 2017

#RESENHA - O Último dos Magos por Lisa Maxwell

Título: O Último dos Magos
Autora: Lisa Maxwell
Editora: Plataforma21
Páginas: 580
Idioma: Português
Ano de Lançamento: 2017
Gênero: Fantasia/Jovem Adulto
Skoob || Goodreads


Livro cedido em parceria com a editora

Compre aqui: Amazon | Saraiva

SINOPSE: Pare o mago. Roube o livro. Salve o futuro. Na Nova York dos dias atuais, a magia antiga e natural está quase extinta. Os poucos que ainda têm afinidade com ela – os Mageus – vivem nas sombras, escondendo o que são. Além disso, qualquer Mageus que adentre Manhattan é capturado por uma armadilha: a Beira, uma barreira invisível que os deixa permanentemente presos à ilha. Atravessar a fronteira estabelecida pela Beira significa perder os poderes – e, frequentemente, a própria vida. A jovem Esta é uma ladra talentosa e cresceu sendo treinada para roubar artefatos mágicos da Ordem, organização misteriosa criadora da Beira. Esta também tem uma habilidade inata: manipular o tempo. A jovem é capaz de furtar objetos do passado, coletando-os antes mesmo que a Ordem perceba que ela está lá. Mas todo o treinamento de Esta tem sido para uma tarefa maior: viajar até o ano de 1902 para roubar um livro antigo. Acredita-se que o Livro contém todos os segredos da Ordem – e da Beira. A missão de Esta é furtá-lo antes que o Mago o destrua, garantindo assim um futuro melhor a todos os que têm afinidade com magia. Mas a Nova York do início do século XX em que Esta deve mergulhar é perigosa e sem leis, comandada por gangues e sociedades secretas. Um lugar em que é possível sentir magia até no ar que se respira. Nada é o que parece, nem mesmo o Mago. E, para salvar o próprio futuro, Esta deve trair a todos no passado – sem exceção. Best-seller do New York Times, O último dos magos tem como elementos principais a magia, o romance, a aventura e uma generosa porção de surpresas. Uma alquimia ímpar elaborada pela aclamada autora Lisa Maxwell – e esse é só o começo de uma história que já nasce atemporal.

O Último dos Magos é narrado em terceira pessoa e é uma fantasia muito bem desenvolvida onde se sabe que a magia é algo real. Temos uma história que vai se passar no presente e passado, mas na mesma época, pois temos uma personagem chamada Esta que tem a habilidade incrível de viajar no tempo!

No presente, essa magia quase se perdeu. Já no passado, ela conseguia ser contida por uma corrente que pouco se entende, chamada Beira. Sabe-se que quem a ultrapassa ou perde sua afinidade (magia) para sempre ou morre. Ainda no presente, Esta é incumbida de voltar no passado, para Nova Iorque de 1901 para resgatar um livro chamado Ars Arcana que supostamente carrega uma magia inestimável e que pode livrar os Mageus das garras da Beira e impedir que a magia da Nova Iorque atual se perca para sempre.

Encontre o Mago, e o detenha antes que ele destrua nosso futuro.
Esta consegue voltar no passado e se vê em uma Nova Iorque totalmente diferente, repleta de gangues, conspirações e mentiras, onde a magia é algo perigoso a ser invocada e as mulheres vistas com indiferença. Como uma ladra habilidosa, Esta precisa passar a mão neste tal livro e para isso dá início a uma grande aventura a qual é indispensável conseguir conquistar Dolph Sounders e seu banco - um grupo muito respeitado e com grandes poderes que pode levar Estar aonde ela quer. 

Para descobrir se ela consegue ou não por as mãos no Ars Arcana e voltar ao presente sã e salva, vocês terão que ler o livro. Apesar de ser uma leitura relativamente lenta, pra mim não foi um grande problema pois estamos falando de fantasia, em que o desenvolvimento tem que ser feito aos poucos para conseguir familiarizar os leitores à um mundo totalmente novo. 

Além de ser um livro que mistura fantasia com um enredo cheio de aventura e mistério, vilões e mocinhos, mentiras e conspirações, também somos apresentados a um romance que promete acontecer e que vai se avançando devagar no estilo gato e rato. Eu adoro!
Enfim, eu diminui um pouco a nota porque apesar do livro inteiro ter um desenvolvimento lento, o final foi muito corrido e destoou o ritmo que comecei a apreciar ao longo da leitura. Super recomendo aos amantes de uma boa fantasia, mas fique sabendo que o final tem um gancho enorme para o próximo livro, ou seja, cliffhanger. 

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Assine a Newsletter

LINK ME!

Literatura Estrangeira

Mais Recentes

Literatura Estrangeira - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados