HOME

26 de dezembro de 2017

#RESENHA - #1 Obsidiana por Jennifer L. Armentrout

Título: Obsidiana
Autora: Jennifer L. Armentrout
Série: Lux
Editora: Valentina
Páginas: 320
Idioma: Português
Ano de Lançamento: 2015
Gênero: Ficção Científica/Jovem Adulto
Skoob | Goodreads


Compre aqui: Amazon | Submarino
SINOPSE: Começar de novo é um saco.

Quando a gente se mudou para o interior, bem no início do último ano do colégio, eu já vinha me preparando para o sotaque caipira, o tédio, a internet lenta e um monte de chatices…Até dar de cara com o meu vizinho lindo, alto de dar tontura e com intimidantes olhos verdes. Hummm…os prognósticos estavam melhorando.
Até que…ele abriu a boca.
Daemon é irritante. Arrogante. Dá vontade de matar. A gente não se dá bem. Não mesmo. Mas, quando um caminhão quase me transforma em panqueca, o garoto literalmente congela o tempo com um aceno de mão e aí, bom, algo inesperado acontece.
O alien gato (meu vizinho) tem poderes!!!
Você me ouviu bem. ALIEN! A verdade é que ele e a irmã têm uma galáxia de inimigos que querem roubar seus poderes. O rastro que deixou em mim brilha como árvore de natal e isso não é nada bom. O único jeito de sair viva dessa é ficar colada em Daemon até a magia alienígena desaparecer.
Quer dizer, isso se eu não matar o cara primeiro.

Obsidiana é narrado em primeira pessoa pela Kat, uma adolescente que acabou de se mudar para tentar um recomeço depois da morte do pai. Um pouco frustada, mas entendendo que novos ares podem ajudar a afastar aquele clima de luto - apesar do pai ter morrido há quase dois anos - Kat tenta ocupar a cabeça cuidado do jardim na frente da casa. Acatando os pedidos da mãe para que ela fizesse novas amizades, ela vai até a casa vizinha para pedir informações sobre uma loja de jardinagem e de quebra deixar a mãe feliz.
Mas ela não esperava que seu vizinho fosse o cara mais gato que ela viu na vida e também o mais arrogante. Começa aí um romance no melhor estilo gato e rato até que ela descobre que Daemon é na verdade um alienígena, um Luxen, assim como a irmã gêmea dele e melhor amiga de Kat. 

Só que com certeza os Luxen têm inimigos que são capazes de tudo, inclusive de matar humanos, se isso os coloca mais perto de acabar com eles. Então Kat corre um grande risco, porque sempre que Daemon usa os poderes perto da Kat, ela é marcada e pode ser vista de longe, como um halo cobrindo seu corpo inteiro.

Então já viu... Daemon como o mais forte dos Luxen tem que cuidar de Kat até que a marca suma. Durante esses momentos, apesar de supostamente se odiarem, eles vão se conhecendo e no fundo as coisas não são tão radicais assim.

Não vou ser hipócrita e deixar de mencionar que esse livro é muito, mas muito parecido com Crepúsculo. Não me entendam mal, eu já fui muito fã de Crepúsculo, mas o que quero dizer aqui é que as semelhanças são absurdas. O tempo todo eu tinha a impressão que era só trocar Daemon pelo Edward, Kat pela Bella e os Luxen pelos Vampiros e voilá, era praticamente a mesa história - apesar de Obsidiana ser mais sensual que Crepúsculo.

Eu infelizmente não consegui sentir a mesma conexão que tantos leitores têm pelo livro. Mas já me disseram que os próximos são melhores e que a vibe muda um pouco e é por isso que vou dar chance à série. 

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Assine a Newsletter

LINK ME!

Literatura Estrangeira

Mais Recentes

Literatura Estrangeira - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados