HOME

10 de janeiro de 2018

#RESENHA - Cretino Abusado por Penelope Ward e‎ Vi Keeland

Título: Cretino Abusado
Autoras: Penelope Ward e‎ Vi Keeland
Editora: Planeta de Livros
Páginas: 272
Idioma: Português
Ano de Lançamento: 2017
Gênero: Romance/New Adulto

Skoob || Goodreads

Livro cedido em parceria pela editora

Compre aqui: Amazon | Submarino
SINOPSE: Após ser traída pelo ex-namorado – chefe da firma de advocacia em que trabalhava – Aubrey decide que precisa de um recomeço. Deixa tudo para trás e aceita um emprego em uma startup na Califórnia, Estados Unidos, e parte em uma viagem de carro que mudará toda a sua vida.
Em uma parada na estrada, Aubrey conhece Chance, um homem atraente que viajava de moto. Com o corpo perfeito e sotaque australiano, o ex-jogador de futebol era bem convencido e arrogante. Quando sua moto quebra, Chance precisa da ajuda de Aubrey. Ele promete levá-la em segurança até seu destino em troca de uma carona, e os dois decidem seguir viagem juntos.
Aubrey está traumatizada após seu último relacionamento, mas sente uma atração incontrolável por aquele cretino abusado. Apesar da ligação cada vez mais forte entre os dois, Chance guarda um segredo que poderá separá-los para sempre.


Às vezes é preciso perder tudo para perceber do que realmente precisa.
O que acontece quando duas autoras best-seller do The New York Times se unem para escrever um livro?

Cretino Abusado conta a história de Aubrey que descobre que seu ex-namorado (e também ex-chefe) é um IDIOTA e um traidor. Disposta a mudar sua vida, ela decide recomeçar em outro estado, embarcando em uma viagem de carro para atravessar o país.

Em uma das paradas, ela acaba encontrando Chance, um motoqueiro gostoso e arrogante. Como se fosse o destino, sua moto acaba quebrando ao mesmo tempo que o pneu de Aubrey fura. Sendo o destino final dos dois o mesmo, eles acabam fazendo um acordo de viajar juntos. Aos poucos os dois vão se conhecendo, começando a criar uma amizade e muita tensão sexual.

Meus sonhos não tem arco-íris e pombas brancas. Neles, estou puxando o seu cabelo enquanto te fodo em cima da mesa. Quer transformar meu sonho em realidade, princesa?
O livro é divido em duas partes, onde a primeira é sob a perspectiva de Aubrey e a segunda de Chance. Aubrey não é uma protagonista ingênua, ela é uma mulher forte e determinada que aprende mais sobre si mesma nesta viagem. Chance é um bad boy misterioso que esconde um segredo que pode mudar a história dos dois.
Chance era a única coisa que me parecia certa em relação à minha vida naquele momento - a única coisa que fazia sentido.
O que tinha tudo para ser uma história clichê, acaba se tornando um romance divertido e cheio de reviravoltas. Durante a leitura do livro, pude sentir as características de ambas as autores. Enquanto Vi Keeland intensifica um pouco mais a história, Penelope Ward explora a tensão sexual entre os protagonistas de uma maneira bem fluida.

Apesar de não ser um livro tão impactante, é uma história que nos mostra que saber aceitar o que o destino nos apresenta e abraçar as mudanças tem um grande impacto na nossa felicidade. Afinal são os pequenos gestos que nos mostram o que é realmente importante!

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Assine a Newsletter

LINK ME!

Literatura Estrangeira

Mais Recentes

Literatura Estrangeira - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados