HOME

24 de abril de 2018

#RESENHA - A Mulher na Janela por A.J. Finn

Título: A mulher na Janela
Autor: A.J. Finn
Editora: Arqueiro
Páginas: 352
Idioma: Português
Ano de Lançamento: 2018
Gênero: Ficção/Mistério/Suspense
Skoob || Goodreads

Livro cedido em parceria com a editora

Compre aqui: Amazon | Saraiva
SINOPSE: Anna Fox mora sozinha na bela casa que um dia abrigou sua família feliz. Separada do marido e da filha e sofrendo de uma fobia que a mantém reclusa, ela passa os dias bebendo (muito) vinho, assistindo a filmes antigos, conversando com estranhos na internet e... espionando os vizinhos. Quando os Russells – pai, mãe e o filho adolescente – se mudam para a casa do outro lado do parque, Anna fica obcecada por aquela família perfeita. Até que certa noite, bisbilhotando através de sua câmera, ela vê na casa deles algo que a deixa aterrorizada e faz seu mundo – e seus segredos chocantes – começar a ruir. Mas será que o que testemunhou aconteceu mesmo? O que é realidade? O que é imaginação? Existe realmente alguém em perigo? E quem está no controle? Neste thriller diabolicamente viciante, ninguém – e nada – é o que parece. "A Mulher Na Janela" é um suspense psicológico engenhoso e comovente que remete ao melhor de Hitchcock.


A Mulher na Janela é um suspense psicológico que vai contar a história de Anna Fox, uma psicóloga passando por uma crise de agorafobia - medo de sair de casa, o que já nos levanta uma certa curiosidade em relação à sua história.
Tudo que Anna faz é tomar vários remédios, beber muito vinho, ver filmes o dia todo, conversar pela internet com "pacientes" e fuxicar a vida dos vizinhos. Quando novos moradores se mudam, ela não consegue deixar de se sentir intrigada pela família e passa várias horas do seu dia observando a rotina deles através das lentes de sua câmera, até que um dia algo de muito estranho acontece. Só que todos duvidam dela e até mesmo ela passa a duvidar se realmente viu o que alega ter visto.

A história vai girar em torno do transtorno que a personagem principal está passando, assim como sua relação com sua própria família e sue passado e o mistério rondando a cena que ela presenciou.
Mas a beleza da história para por aí - o tema é absurdamente curioso, com viés para te fazer ansiar pela leitura, porém, a história se tornou extremamente entendiante. O enredo é tão lento que beirou a vontade de desistir do livro. O final é sim surpreendente, mas não chega a compensar a leitura maçante até quase as últimas páginas. Senti pouca profundidade nos personagens e principalmente no enredo, que se estendeu e enrolou até não poder mais só para revelar um final inesperado.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Assine a Newsletter

LINK ME!

Literatura Estrangeira

Mais Recentes

Literatura Estrangeira - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados