HOME

5 de abril de 2016

#RESENHA - #13 Os Sombras - Irmandade da Adaga Negra - J.R. Ward

Título: Os Sombras
Autor(a): J.R. Ward
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 638
ISBN: 9788579309113
Ano: 2015

SINOPSE:
Dois irmãos, ligados por algo maior que o laço de sangue, lutam para evitar um destino brutal. Trez "Latimer" não existe de fato. E não só porque essa identidade foi criada para que o Sombra pudesse viver no mundo humano. Trez fugiu de sua prisão no palácio dos Sombras há anos, e agora vive em Caldwell como cafetão, sempre tentando evitar seu fatal destino como escravo sexual da rainha. Ele nunca teve em quem confiar de verdade... a não ser no irmão, iAm.
O único objetivo de iAm sempre foi impedir que o irmão de autodestruísse, e ele sabe que fracassou nisso. Só depois que Selena, uma Escolhida, entra na vida de Trez, é que o macho começa a dar a volta por cima; porém, é tarde demais. Chegou a hora de cumprir a profecia de se compromissar com a filha da rainha, e Trez não poderá fugir ou se esconder, e não há como negociar.
Encurralado entre o desejo de seu coração e um destino que nunca aceitou, Trez deve decidir se põe a si mesmo e aos outros em perigo, ou se esquece para sempre a fêmea amada. Após uma tragédia inimaginável, da beira do seu abismo emocional, Trez precisará encontrar um motivo para continuar ou se arriscará a perder tudo, inclusive a alma. Será que iAm, em nome do amor fraterno, aceitará realizar um derradeiro sacrifico em lugar do irmão?


Oi gente, a resenha de hoje é sobre Os Sombras, um livro que eu demorei APENAS 05 meses para terminar de ler (hahahaha).

Primeiro que o livro é imenso, 638 páginas. É o 13º livro da série. E a leitura não é fácil. Não é fácil porque você tem que ter lido os outros 12 anteriores, é muita gente envolvida, muitos casais, a escrita é na terceira pessoa e um pouco não-convencional. Muita gente tá acostumada com aqueles New Adult simplérrimos narrados na primeira pessoa onde a história gira em torno de um casal só e tudo é simples e desenvolvido rapidamente. Bom, esse livro não é. Ele possui uma narrativa bem descritiva que muitos devem considerar cansativo  e a história é contínua. Tem vários rituais e histórias das várias raças envolvidas na série.
Mas apesar de tudo, essa série é uma das minhas queridinhas, mesmo que esse livro não tenha me prendido muito. Como se trata de uma série bem grande, que temos 14 livros lançados (o 14 só em inglês por enquanto), e ainda um spin-off, esse livro foi um dos mais deprimentes na minha opinião.
Ele gira em torno dos Sombras, os irmãos iAm e Trez. Mais com Trez e Selena, a escolhida. A história de iAm é melhor desenvolvida no final do livro. 

Eu não senti proximidade e envolvimento nenhum do casal Trez e Selena. Eu não senti aquela conexão imediata que senti com os outros casais da série e foi por isso que esse livro foi o mais sem graças de todos pra mim.

Apesar disso, os personagens secundários da história ganharam meu interesse absoluto. Principalmente Rhage todo estranho (o livro 14 é dele novamente) e Xcor, do banco dos Bastardos com Layla, grávida de Qhuinn. Layla e Xcor é o livro mais esperado por mim. 

Então gente, minhas resenhas não são resumo da história que li, mas resumo do que senti enquanto eu lia. O que senti nesse livro foi isso. Uma decepção com o casal principal, mas ainda creio numa história melhor com Trez, e animação pelos próximos personagens que irão aparecer nessa série e no spin-off Legado da Irmandade Negra.

Em geral, a série vale muito a pena. É a história sobre vampiros mais bem desenvolvida que já li. Rica em detalhes, rica em história e amor. 

Não existe nada mais romântico no planeta do que amar alguém com o coração pleno, mesmo sabendo que essa pessoa vai embora.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Assine a Newsletter

LINK ME!

Literatura Estrangeira

Mais Recentes

Literatura Estrangeira - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados