HOME

5 de agosto de 2016

Sessão Pipoca - Série Containment


Hoje vou falar de série, já que é algo que também amo!!! Quase tanto como amo ler. A série de hoje é Containment, lançada pelo canal CW.

A série acompanha uma epidemia que começa na cidade de Atlanta, dando início a uma vasta área de quarentena. Enquanto acompanharemos diversos personagens presos na quarentena, veremos outros que trabalham do lado de fora para conter o vírus. No entanto, uma conspiração começa a ser revelada por um jornalista, mostrando dados que não batem com a história oficial.

A premissa é realmente muito boa e me deixou intrigada. Eu imaginava algo como The Walking Dead, mas não poderia estar mais errada. Os mortos não voltam. É um vírus muuuito, muito letal e as mortes são horrorosas e super dolorosas, além de ser altamente contagioso.
A série é muito bem feita desde os personagens com seus conflitos pessoais até os conflitos políticos, humanitários e epidemiológico.



Além dos problemas reais sobre a epidemia, a série vai falar sobre conflitos pessoais. Temos aí o casal Alex e Jana que são noivos, mas que brigam no dia que a epidemia se alastra e acabam ficando separados: um dentro do cordão sanitário e o outro fora. E aí que eles vão perceber, principalmente Jana, o quanto ela ama e quer Alex.







O casal mais fofo dos últimos tempos, embora super clichê, Jake e Katie. Eles acabam se apaixonando, mas não podem se tocar por causa do vírus. É aquele clichê onde eles se apaixonam muito rápido e incondicionalmente, mas a história é bem fofa em meio ao caos que eles têm que suportar dentro do cordão e a gente fica torcendo para que os dois consigam sair e façam bastantes Jakezinhos lá fora.




Embora eu tenha começado a ver essa série por causa do Chris Wood, autor que interpreta Jake, não tive como não continuar a assistir para saber o decorrer dessa trama alucinante.

Um minuto de silêncio.
Obrigada, de nada.




E não dá pra esquecer esse casalzinho de apaixonados apaixonante: Bert e sua mulher. Os dois são muito amorzinho, gente. Quando ficar velhinha quero um amor confortável e absoluto como esse. 
O amor deles é incondicional, um se apoiando no outro para superarem essa fase horrível.



Infelizmente, anunciaram que a série seria cancelada logo no 4º episódio devido ao baixo número de audiência. Eu não consigo entender porque, já que a trama é muito boa, os personagens são bem cativantes e a história envolvente. Mas também há a questão de que o vírus é limitado. Temos dois caminhos, ou a morte em massa da população ou a cura do vírus, então é claro que não seria uma série de 8 temporadas. Porém, na minha opinião, os últimos dois episódios deixaram a desejar, principalmente o último. Faltou uma explicação mais detalhada dos porquês e comos, e também sobre a vida deles antes do cordão.

No desenvolver da série a gente vai se apegando aos personagens e um pouco da característica deles antes do acontecimento vai sendo mostrado, mas faltou algo mais sólido. Fiquei na suposição de que Jake era um mulherengo credino e parte de uma gangue. Katie, que ficou grávida na adolescência, o Alex, o personagem principal e seu relacionamento ruim com o pai... tudo isso ficou mau explicado. Mais dois ou três episódios na temporada sanaria esse "problema".

É claro que o final não foi aquele conto de fadas que a gente supostamente espera. A história é algo real, palpável, é triste, desesperador, mas também possui nuances de recomeços e amor.
Mesmo com esses probleminhas, foi uma série que eu contava os dias para ver e via com legenda em inglês porque não dava pra esperar. Então se você tiver a oportunidade de assistir, assista!!! São 13 episódios de 44 minutos cheios de histórias legais!

Ainda não tá convencida?
Assista esse vídeo! Rs

Se você assistiu, comente o que achou do seriado. Se ainda não, assista e depois me conte se gostou!!!

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Assine a Newsletter

LINK ME!

Literatura Estrangeira

Mais Recentes

Literatura Estrangeira - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados