HOME

11 de outubro de 2017

SESSÃO PIPOCA - Adaptações de Stephen King



Stephen King é um dos autores que teve mais livros adaptados para o cinema da história! Em quatro décadas, houve mais de 40 filmes  e seriados baseados em seus livros. Como uma apaixonada por Stephen King, devo dizer que 2017 foi o ano de maior evidência para o autor. Gostaria muito de dizer que todas foram de uma forma positiva, mas isso seria uma mentira.

Porém, se você viu algum dos seus filmes e ficou interessado em mais, eu vou falar um pouco sobre eles neste post.


1) O NEVOEIRO 


O conto O Nevoeiro foi originalmente publicado em 1980 e adaptado para a TV em 2007. Em 25 de Junho, ele ficou disponível no Netflix com 10 episódios. Na história, um nevoeiro misterioso encobre a cidade de Bridgeville, aprisionando parte dos personagens em uma igreja, outra parte em um shopping e outra parte em uma delegacia. Conforme Kevin (Morgan Spector) tenta atravessar a cidade para achar a esposa e a filha, os habitantes da cidade descobrem que a névoa esconde monstros e mexe com a cabeça de quem permanece nela por muito tempo. (Texto tirado da Netflix)

A primeira temporada foi uma decepção, tanto que a série não foi renovada. Dizer que a história fugiu demais da premissa do livro é apenas o começo. Devido ao baixo orçamento, atuações péssimas e o ritmo da série muito devagar, eu realmente não veria a segunda temporada. O último episódio teve mais ação que em toda a série, e ainda deixou no ar um clima de suspense.



2) A TORRE NEGRA


A saga em sete livros na qual Stephen King maximizou o lado fantástico de sua imaginação virou filme pelas mãos do diretor Nikolaj Arcel e fez sua estreia no dia 4 de Agosto. No entanto, não se trata exatamente de uma adaptação, e sim de uma espécie de sequência. Curiosamente, levou mais de 30 anos para que sua franquia literária de maior sucesso ganhasse a vida em Hollywood. Lançada em 1982, a saga de livros A Torre Negra é um caso raro de continuações na carreira de King. 

No filme, Um pistoleiro chamado Roland Deschain (Idris Elba) percorre o mundo em busca da famosa Torre Negra, prédio mágico que está prestes a desaparecer. Essa busca envolve uma intensa perseguição ao poderoso Homem de Preto (Matthew McConaughey), passagens entre tempos diferentes, encontros intensos e confusões entre o real e o imaginário. (Texto tirado da Netflix)

O filme foi massacrado pela crítica e tem uma péssima avaliação de todos os amantes de King. O livro que é totalmente complexo, acho que um dos mais estranhos (no sentindo bom) que King escreveu, não era digno de um filme tão simples, e genérico. As adaptações de King que sempre são carregados de um clima mais ‘pesado’, neste filme acabam se tornando meros clichês e totalmente adaptados para um público novo.



3) MR. MERCEDES


Harry Treadaway (Penny Dreadful) será Brady Hartsfield, um motorista de caminhão de sorvete e técnico de informática que secretamente é o serial killer que dá nome à história. Ele se junta à Brendan Gleeson (Harry Potter) que será o protagonista Bill Hodges, um policial aposentado que é forçado a retornar após o surgimento de seu antigo nemesis.

 A série foi anunciada em 2015, mas sofreu atrasos em 2016 devido à morte de Anton Yelchin, que iria originalmente interpretar Hartsfield. A primeira temporada conta com 10 episódios. A trama se torna um jogo reverso de caça e caçador, em que o vilão assume o controle da situação, vigia, direciona, tortura e incita o herói a se movimentar para cumprir a promessa não cumprida de captura-lo. (Texto tirado de Apaixonados por Séries)

A série em si tem seu mérito, não é um desastre e nem mesmo uma deturpação da obra.  A série é um romance policial com muito suspense, um ritmo lento e uma produção muito boa. A trilha sonora é de longe a melhor parte da adaptação, se você pensa em um determinado episódio logo vem a música na cabeça, e isso é bem positivo.



4) IT – A COISA 


O famosíssimo livro de 1986, que já havia sido adaptado em uma minissérie para TV no começo dos anos 90, ganhou uma versão mais fiel e bem mais dark em Setembro deste ano. O filme conta a história da Coisa, entidade sobrenatural que assombra a cidade de Derry, nos EUA. Quando uma série de assassinatos de crianças começa a ocorrer, um grupo de sete amigos decide se unir para derrotar a Coisa e restaurar a paz. (Texto tirado de Mundo Estranho)

Apesar de alguns detalhes terem sidos deixados de fora, posso dizer que o filme não decepciona. E totalmente recomendo assistirem. Se você não leu o livro e ficou curioso em saber quais são estes detalhes, eu vou detalhar as diferenças.

Atenção, contém spoiler!

1- A obra foi adaptada para se passar em 1989 (diferente do livro onde a história começa em 1957). A adaptação foi feita desta maneira, para que assim a aparição de Pennywise e o reencontro do Clube dos Otários aconteça em 2016 em IT 2.

2- Logo na primeira cena, vemos como Georgie é puxado por Pennywise para dentro do esgoto e seu corpo jamais é encontrado, se transformando assim em uma das formas de Pennywise contra Billy. Porém no livro Georgie é mutilado na rua, e mesmo com um vizinho tentando socorrê-lo, ele acaba morrendo.

3- Apesar do filme mostrar que Ben é o ‘detetive’ oficial do grupo, no livro é o Mike que apresenta todas as evidências da Coisa em Derry.

4- Todos podemos dizer que odiamos o valentão Henry, mas acredite no livro ele é ainda pior. Seu pai é um ex- militar que bate na mulher, e Henry é o mal em pessoa. Ele tem um relacionamento sexual com Patrick e além de ser racista, perseguir o Ben, ele envenena cachorro, quebra o braço do Eddie e agride Stanley. No livro, Eddie o mata em legitima defesa. 

5- Fica claro para todos que Pennywise assume a forma dos maiores medos secretos dos nossos protagonistas, porém as mais assustadoras são as ‘chiclês’: Lobisomem, Drácula, A Múmia, o Monstro da Lagoa Negra, Frankenstein e etc.

6- E o detalhe principal, é o pacto de sangue e a despedida com encontro marcado que os protagonistas fazem no lime. No livro a cena é bem complexa e conta com uma ‘orgia’ onde a Beverly teve a ideia de fortalecer os laços da amizade transando com os seis meninos. King foi extremamente criticado por esta passagem então dá pra entender porque esta cena foi retirada na adaptação. (Texto tirado da internet)

Alguns outros detalhes também ficam de fora mas eu não comentei por achar que eles ainda serão exemplificados em  IT – A Coisa: Capitulo 2.


5) JOGO PERIGOSO


O primeiro longa-metragem da Netflix baseado em uma das obras de King, Gerald's Game (1922) estreou Outubro. O filme é bem simples e conta a história de um casal que decide viajar para uma casa de campo a fim de apimentar a relação. O marido, Gerald quis algemar Jessie na cama e viver uma fantasia tipicamente masculina, de dominação e poder. Porém após uma discussão, ele tem um ataque cardíaco e morre, deixando Jessie totalmente vulnerável.

Sabe aqueles livros que NUNCA deveriam ter sido adaptados? Para mim, Gerald's Game é um destes. O livro em si, é excelente e o filme apesar de ser fiel ao livro é BOM. Foi adaptado da maneira correta, tem mistério, terror, referências as suas outras histórias (Cujo, Louca Obsessão) porém ainda acho que faltou o gran finale.

Eu li algumas críticas dizendo que o livro é cansativo, porém estamos falando de um roteiro com uma personagem que aparece em quase a maior parte do tempo, precisando utilizar todos os recursos que seu cérebro tem a oferecer para se safar da morte certa.
Lembrando que eu estou dando a MINHA opinião e não é uma verdade absoluta, portanto assistam para ter sua própria avaliação.


6) 1922


1922 foi escrito originalmente como um conto presente na coletânea Escuridão Total Sem Estrelas (2010), publicada recentemente no Brasil pela editora Suma de Letras. A história fala de um homem que, junto ao filho, mata a esposa para ficar com a fazenda que ela herdou. O problema é que o fantasma da mulher volta para assombrá-los. (Texto tirado de Mundo Estranho)


A estreia está prevista para este mês, e a Netflix acabou de liberar o primeiro trailer.



PREVISTOS PARA 2018


1) CASTLE ROCK
A ideia original da série é de unir todos os seriados dos personagens de King cuja histórias se passam em Castle Rock, no estado de Maine. Apesar de ser preocupante, por se tratar de um verdadeiro deleite ou catástrofe, a série conta com bons atores e isso em si já é um alivio.

2) REVIVAL
No filme, um ministro religioso sofre um baque quando sua esposa e filha morrem em um acidente. Perturbado pelos eventos, ele renuncia a Deus e se torna um curandeiro espiritual, utilizando uma espécie de energia elétrica para curar doenças. Seu maior projeto será utilizar seus poderes em um cadáver. Já pode imagina o que vai acontecer né?

3) A DANÇA DA MORTE
A obra que já foi adaptada em uma série televisiva em 1994, agora vai virar filme. A obra é uma das mais queridas e complexas, por contar múltiplas histórias paralelas será um verdadeiro desafio

4) DOUTOR SONO
O romance é uma sequência de O Iluminado (meu favorito do KING), e nos reapresenta a história de Danny Torrance anos depois, quando ele já está adulto e tentando se livrar do alcoolismo. Quando uma nova ameaça surge, os poderes de Danny como iluminado se tornam novamente necessários.
O próprio Stephen King será o produtor executivo do filme, e esperamos que seja um sucesso.

5) COLHEITA MALDITA 10
O filme conta a história de uma mulher grávida que foge do famoso culto de crianças que gosta de assassinar adultos. 10 anos depois, ela volta a ser perseguida pelo culto e precisa confrontar o mal para salvar seu filho.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Assine a Newsletter

LINK ME!

Literatura Estrangeira

Mais Recentes

Literatura Estrangeira - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados