HOME

11 de janeiro de 2018

#RESENHA - #2 Ônix por Jennifer L. Armentrout

Título: #2 Ônix
Autora: Jennifer L. Armentrout
Série: Lux
Editora: Valentina
Páginas: 416
Idioma: Português
Ano de Lançamento: 2017
Gênero: Jovem Adulto/Fantasia
Skoob || Goodreads

Livro cedido em parceria com a editora

Compre aqui: Amazon | Saraiva
SINOPSE: Estar conectada a ele é uma droga!
Graças ao seu abracadabra alienígena, Daemon está determinado a provar que o que sente por mim é mais do que um efeito colateral da nossa bizarra conexão. Em vista disso, fui obrigada a dar um “chega pra lá” nele, ainda que ultimamente nossa relação esteja... esquentando.
Algo pior do que os Arum ronda a cidade.
O Departamento de Defesa está aqui. Se eles descobrirem o que o Daemon pode fazer e que nós estamos conectados, vou me ferrar. Ele também. Além disso, tem um garoto novo na escola que, tal como a gente, guarda um segredo. Ele sabe o que aconteceu comigo e pode ajudar, mas, para fazer isso, preciso mentir para o Daemon e ficar longe dele. Como se isso fosse possível!
Até que, de repente, tudo muda.
Vi alguém que não deveria estar vivo. E tenho que contar ao Daemon, mesmo sabendo que ele não vai parar de investigar até descobrir toda a verdade.
Ninguém é o que parece ser. E nem todo mundo irá sobreviver às mentiras.

Esta resenha pode conter spoiler do primeiro livro.

Também narrado em primeira pessoa pela Kat, em Ônix, Kat e Daemon percebem que uma estranha ligação entre eles surgiu, o que eles não entendem muito bem como funciona e porque aconteceu. Também temos um personagem novo, o Blake, que vai ser uma figura muito importante daqui pra frente.

Aquele relacionamento estilo gato e rato entre Kat e Daemon continua e só piora quando Blake se sente atraído pela Kat e parece ser até certo ponto recíproco. Paralelo à isso, mais confusão chega na pacata cidade.

O começo do livro, assim como no livro anterior, foi repleto de novas informações importantes e exitantes, mas praticamente o livro inteiro foi enrolando, mais brigas e desavença entre os dois e o final trouxe uma revelação bem importante que terminou em um ótimo gancho para o próximo livro.

Kat e Dee brigam e a amizade delas fica incerta e eu senti que, apesar de alguns acontecimentos terem sido bem bruscos - houve até uma grande morte - Kat aparentou ser uma pessoa bem 'durona' e achei isso exagerado. Ela é apenas uma adolescente, matar e ver alguém sendo assassinado deveria ser no mínimo impactante.

A história no geral não é ruim e não temos furos, mas quando a gente não se conecta com os personagens, não há história no mundo que fique emocionante. Eu esperava mais amadurecimento entre o casal neste livro, o que não aconteceu, apesar da conexão que eles agora têm.

Não posso deixar de mencionar também a tradução que está muito boa. Ela condiz muito com a nossa língua - não foi uma tradução apenas do inglês para o português - pensaram em incluir uma linguagem jovem que o livro tem e super deu certo!

Eu recomendo essa série porque comecei a lê-la por indicação muito positiva que recebi das pessoas. Na verdade, acho que fui exceção, então é sempre bom a gente tirar a própria conclusão, independente da opinião alheia.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Assine a Newsletter

LINK ME!

Literatura Estrangeira

Mais Recentes

Literatura Estrangeira - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados