HOME

20 de agosto de 2018

#RESENHA - Dias de Despedida por Jeff Zentner

Título: Dias de Despedida
Autor: Jeff Zentner
Editora: Seguinte
Páginas: 392
Idioma: Português
Ano de Lançamento: 2017
Gênero: Drama/Jovem Adulto
Skoob || Goodreads

Livro recebido de cortesia da editora

Compre aqui: Amazon | Saraiva
SINOPSE: "Cadê vocês? Me respondam."
Essa foi a última mensagem que Carver mandou para seus melhores amigos, Mars, Eli e Blake. Logo em seguida os três sofreram um acidente de carro fatal. Agora, o garoto não consegue parar de se culpar pelo que aconteceu e, para piorar, um juiz poderoso está empenhado em abrir uma investigação criminal contra ele. Mas Carver tem alguns aliados: a namorada de Eli, sua única amiga na escola; o dr. Mendez, seu terapeuta; e a avó de Blake, que pede a sua ajuda para organizar um “dia de despedida” para compartilharem lembranças do neto. Quando as outras famílias decidem que também querem um dia de despedida, Carver não tem certeza de suas intenções. Será que eles serão capazes de ficar em paz com suas perdas? Ou esses dias de despedida só vão deixar Carver mais perto de um colapso — ou, pior, da prisão?

Dias de Despedida vai contar a história de Carver, que vive com uma culpa angustiante por ter supostamente provocado a morte de seus amigos. Na realidade, ele enviou uma mensagem para eles "Cadê vocês, me respondam", ocasionando o acidente fatal, já que a mensagem foi mandada para Eli, que estava dirigindo.

Tendo ataques de pânico esporádicos, ele começa a fazer terapia, que o ajuda a encarar o luto e a culpa que vêm aumentando, principalmente quando se aproxima da namorada de Eli, que o apoia nessa fase tão complicada, e acaba se apaixonando por ela e sendo acusado de homicídio por negligência.

A fim de conseguir seguir em frente, ele começa a fazer um Dia de Despedida com as famílias de seus amigos mortos, o que na minha opinião foi um ato falho do autor ao querer inserir mais drama no enredo, transformando a situação em algo bem bizarro.

Perdas, luto, a busca por ajuda, conselhos e superação, é algo que mexe muito com o emocional do leitor, porém, neste caso, não senti nenhuma conexão com os personagens e por causa disso achei a história pouco sensível e tocante, que era algo pelo qual eu ansiava que estivesse presente nesse enredo e acabei me sentindo frustada.

Muitas passagens que deveriam estar lá para criar um elo entre Carver e os amigos acabaram por se tornar passagens muito infantis, arruinando meu interesse já pequeno depois que percebi aonde a história ir dar. Mas a mensagem que foi muito bem transmitida aqui é a de nunca dirigir e mandar mensagens

Comente com o Facebook:

Um comentário :

  1. Oi!
    Eu recebi esse livro mas ainda não li, porque vi algumas resenhas sobre o drama excessivo, então meio que fiquei com preguiça de ler, mas ainda assim quero dar uma conferida na obra.
    Beijos!
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir

Assine a Newsletter

LINK ME!

Literatura Estrangeira

Mais Recentes

Literatura Estrangeira - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados