HOME

1 de setembro de 2017

#RESENHA - A Ilusão do Tempo por Andri Snaer Magnason

Título: A Ilusão do Tempo
Autor: Andri Snaer Magnason
Editora: Editora Morro Branco
Páginas: 319
Idioma: Português
ISBN: 8592795060
Ano de Lançamento: 2017


Livro cedido em parceria com a editora

Compre aqui: Amazon | Saraiva

SINOPSE: Quando as coisas não vão nada bem e os economistas preveem uma enorme crise financeira, a família de Vitória – assim como o resto do mundo – decide se esconder em suas misteriosas caixas pretas à espera de tempos melhores. No entanto, após vários anos, a caixa de Vitória se abre e a menina se vê em uma cidade em ruínas.
Sem rumo, ela caminha por prédios e ruas tomadas por florestas e animais selvagens, até chegar à uma casa onde crianças se reúnem em torno de uma senhora para ouvir a história de um rei ganancioso que conquistou o mundo, mas desejava conquistar o tempo. Para poupar sua bela princesa dos dias escuros e sombrios, normais ou sem valor, ele a coloca em uma caixa mágica transparente como cristal, mas feita de uma seda de teia de aranha tão densa que o próprio tempo não consegue penetrar.
Vitória aos poucos percebe uma conexão entre sua própria história e a do reino mágico. Junto com seus novos amigos, ela precisa encontrar uma forma de consertar o mundo antes que seja tarde demais. 



A Ilusão do Tempo é narrado em terceira pessoa e vai nos contar a história da administração do tempo em dois períodos: passado e presente. No presente, somos apresentados à Vitória, uma criança que entrou em uma caixa preta (caixa que tem o poder de parar o tempo). Quando inesperadamente sua caixa abre, ela se encontra em um mundo completamente tomado pela floresta e animais.

Quem entra nessa caixa não sente o passar do tempo: anos podem parecer apenas segundos. A caixa foi programada para abrir somente depois que a crise financeira passasse, então ela não entende o que está acontecendo à sua volta, porque aparentemente a crise financeira não passou. Pelo contrário, o mundo inteiro se afugentou dentro dessas caixas com a esperança de que as coisas melhorassem e os piores dias não precisassem ser vividos por eles.
- Há quem diga que os relatórios não têm sentimentos, mas eu posso jurar que o meu relatório chorou quando fiz os cálculos para a situação do próximo ano.
Vitória encontra uma idosa chamada Rosa e mais outras crianças que também saíram da caixa. Rosa começa a contar a história do passado de um reino, onde seu rei, depois de ter conquistado o mundo, inclusive o tempo, trancafia a princesa em uma arca a qual o tempo não consegue alcançar, afim de poupá-la de gastar sua vida com dias insignificantes, abrindo somente nos dias ensolarados e alegres.

- Você acredita ter conquistado o mundo, mas eu lhe digo uma coisa: ninguém conquista o mundo de não pode conquistar o tempo!
A partir daí a história vai intercalando entre o passado e o presente. O passado e suas histórias ocupam a maior parte das páginas, assim como seus personagens. Aqui temos uma grande reflexão recheada de metáforas sobre a forma como administramos nosso tempo e também como tudo na vida vale a pena ser vivido, inclusive os dias ruins.

Com um texto simples, mas com tom lírico, A Ilusão do Tempo trás personagens cativantes e falhos e que embora traga uma história totalmente única e encantadora, é extremamente atual, principalmente para nós aqui do Brasil que estamos vivendo em um contexto de crise.

O livro é diferente de tudo que li e me apeguei muito mais aos personagens e a história do passado do que a do presente. Fiquei esperando um final que explicasse tudo tim-tim por tim-tim, uma reviravolta que fizesse jus à história tão encantadora que encontrei aqui, mas isso não aconteceu. 
Ela entendeu que não queria ser eterna, queria ser a princesa na chuva, na neve, no vento, na primavera, no inverno e no outono. Ela queria ver os dias cinzentos para compreender os dias ensolarados.
O livro traz uma mensagem muito bonita e a leitura é muito fluida. A tradução está maravilhosa, a diagramação, impecável. Indico para quem quer ler algo que te tire da zona de conforto e que te deixe um recado bacana.

Comente com o Facebook:

Um comentário :

  1. Oii Anne tudo bem?
    Gostei da proposta do livro e está realmente fora da minha zona de conforto. Mas por ser uma leitura fluída, imagino que tambem deva ser muito boa
    Fiquei com vontade de ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Assine a Newsletter

LINK ME!

Literatura Estrangeira

Mais Recentes

Literatura Estrangeira - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados